zenah_OBSTETRICIA

Náusea

Esta é uma queixa muito comum durante os primeiros três meses de gravidez podendo ocorrer a qualquer hora do dia. A dieta fracionada associada à ingestão de frutas cítricas e alimentos ricos em carboidratos ajuda a aliviar as náuseas. Na maioria dos casos ocorre melhora espontânea após a 12a semana de gestação. Porém caso ocorram vômitos muito intensos, é importante conversar com seu médico para que a terapêutica adequada seja instituída. Em alguns casos é necessária internação hospitalar para administração endovenosa de medicamentos e hidratação da paciente.

Sangramento

O sangramento durante a gravidez pode ocorrer por diversas causas. Quando ocorre no início da gestação pode estar associado à deficiência de um hormônio ou mesmo ao risco de abortamento. Por outro lado, sangramentos no terceiro trimestre estão mais relacionados a alterações placentárias. Até o início do trabalho parto pode ser marcado por um discreto sangramento. O importante é que a mulher procure imediatamente seu médico ao perceber algum tipo de sangramento.

Exercícios

Exercícios regulares durante a gravidez são benéficos aos ossos e os músculos, além de proporcionarem energia e manutenção da saúde. O exercício ajuda a mulher a perceber as mudanças em seu corpo, além de auxiliar no controle de ganho de peso durante a gestação.

Aquelas mulheres que já praticavam exercícios regularmente antes da gestação podem continuar, devendo apenas adequar a intensidade dos exercícios. Por outro lado, as gestantes sedentárias podem iniciar um programa de atividades físicas a partir da 10a ou 12a semana de gestação. A hidroginástica e a natação são ótimas opções, devendo ter uma freqüência de 2 a 3 vezes por semana. Alongamentos e exercícios de resistência também podem ser realizados moderadamente durante a gestação. Consulte seu médico e, se possível, um preparador físico experiente para auxiliá-la.

Nutrição

Uma dieta adequada é imprescindível para uma boa saúde em qualquer momento da vida. Na gravidez ter uma dieta balanceada é algo de extrema importância. Alimentos ricos em proteínas, fibras e carboidratos devem ser ingeridos regularmente, em pequenas porções ao longo do dia. Já os alimentos gordurosos e doces devem ser evitados.

O ideal é dividir a ingesta alimentar em 6 ou 7 refeições diárias. Assim, além do café da manhã, almoço e jantar, as gestantes devem incluir “lanchinhos” entre o café e o almoço (uma fruta, por exemplo) e entre o almoço e jantar (iogurte natural, fruta, barra de cereal, etc.). Antes de dormir um chá com torradas pode ajudar o sono a chegar e evitar um pouco das náuseas matinais.

Existem alguns “tabus” sobre a alimentação das gestantes. Não é necessário comer “por dois”, e sim comer de forma adequada. Café e bebidas alcoólicas não são proibidos, mas devem ser consumidos com muita moderação. Adoçantes a base de sacarina devem ser evitados. Já o aspartame é autorizado pelo Food and Drugs Admnistration (FDA) para gestantes. A hidratação é fundamental: água e sucos naturais devem ser consumidos em abundância (3litros/dia), já os refrigerantes não trazem qualquer benefício para gestante ou seu bebê.

Sexo

A atividade sexual durante a gravidez é segura para a maioria das mulheres, a menos que seu ginecologista faça algum tipo de restrição devido algum risco na gestação. Durante a primeira consulta de pré-natal é importante que seu médico faça o exame ginecológico completo, avaliando o colo do útero, pesquisando se existe sangramento ou dilatação. Além disso, à medida que a barriga cresce, os casais podem tentar posições diferentes, evitando traumas sobre o ventre materno.

É importante que os casais estejam preparados para mudanças intensas na vida sexual, muitas vezes associadas a uma diminuição do desejo sexual durante a gestação e amamentação. Além do cansaço físico que freqüentemente a mulher apresenta nos primeiros meses após o parto, a própria produção de leite materno está relacionada a mudanças hormonais que desfavorecem a libido…

O mais importante é ter calma e saber que tudo isso é temporário. Depois, a vida sexual vai retornando gradativamente ao normal.